Como criar uma lista de e-mail: 5 maneiras de obter assinantes em seu blog

Uma das primeiras coisas que você ouve quando começa um blog é que precisa coletar emails o mais rápido possível.

É verdade.

A criação de um simples formulário de inscrição para criar uma lista de e-mail nos estágios iniciais do seu blog é absolutamente essencial.

E uma coisa que posso te dizer é que a maioria das pessoas que visitam o seu blog nunca mais voltará.

Eu sei. Isso é péssimo. Mas é assim que é.

Mas quando você transforma parte desses leitores em assinantes, tem uma maneira de alcançá-los novamente!

Através da sua lista de e-mail…

Portanto, precisamos converter o máximo desse tráfego em leads possíveis.

MAS existem absolutamente algumas maneiras certas e algumas maneiras erradas de fazer isso.

Aqui está uma visão geral do que abordaremos neste artigo:

  • Por que uma lista de e-mails é tão importante
  • Melhor ferramenta para criar sua lista de e-mails
  • Como obter assinantes no seu blog
  • Ainda não está recebendo assinantes suficientes? 5 razões possíveis

Antes de mergulharmos nessas diferenças, vamos conversar brevemente sobre o porquê isso é necessário.

Por que uma lista de e-mails é tão importante

Uma coisa que você deve ter em mente quando se tem um blog é o seguinte:

O dinheiro está na lista. Não importa o que você está vendendo, você quase sempre venderá MAIS com uma lista de e-mail.

Quando comecei a vender produtos em meu outro blog, o MeuElevador.com, as taxas de conversão eram muito baixas.

Menos de 0.4% das pessoas que entravam na página de vendas convertia.

E isso tinha uma explicação.

Eu estava tentando levar tráfego frio para essa página. Ou seja, estava levando novos leitores diretamente para a página de vendas.

Depois que alterei minha estratégia e passei a vender para as pessoas que estavam em minha lista tive uma evolução gigante!

Existem muitas razões pelas quais as listas de e-mail são tão importantes, mas aqui estão as 3 principais.

Listas de e-mail constroem confiança com seu público

A primeira razão pode ser totalmente resumida em uma palavra: CONFIANÇA.

Uma sequência de e-mails permite que você se apresente ao seu público-alvo e forneça a eles algum conteúdo realmente valioso e atraente antes de solicitar uma compra.

Isso geralmente é chamado de funil de vendas.

Quando você cria um relacionamento com as pessoas a venda acaba se tornando uma consequência.

A confiança que é construída nesse funil é o que leva as pessoas a fazer essa compra.

Uma lista de e-mail ajudará você a vender mais e vender melhor.

É por isso que as conversões são maiores, como explicamos acima.

Uma lista de e-mail fornece feedback do cliente

Quando criamos nosso primeiro produto digital no meu primeiro blog sobre elevadores (o MeuElevador.com) não fizemos nenhuma venda.

Passamos inúmeras trabalhando e nada. Foi incrivelmente decepcionante.

Aqui está o que aconteceu:

Criamos um produto com base no que achamos que nosso público estava interessado – e não no que sabíamos que eles queriam.

Uma lista de e-mail fornece feedback para saber em qual conteúdo seu público está interessado, em que tipo de produto eles comprariam e a capacidade de simplesmente pedir se tudo falhar.

Esse feedback é incrivelmente valioso em todas as etapas da criação de um blog através da monetização.

NUNCA deixa de ser valioso porque ajuda a continuar a otimizar seus funis e processos de vendas para atender melhor ao seu público.

Sua lista de e-mails é seu ativo mais valioso

Em meu blog de elevadores praticamente todo tráfego vem de buscas orgânicas do Google.

O tráfego do seu site pode vir do Instagram, Youtube, Facebook ou outra mídia social.

Agora imagine se acontecesse alguma mudança nessas plataformas e o tráfego que você recebe acabasse? Ou tivesse que ser pago?

Um risco que corremos.

Mas com a criação de uma lista você fica protegido desses perigos.

Se o meu tráfego evaporasse da noite para o dia, ainda poderia me comunicar com meu público e continuar fazendo vendas – por meio de lista de e-mails.

É um ativo que você possui e que ninguém pode tirar de você.

Além disso a lista de email, esses são outras grandes vantagens em uma lista de email:

  • É pessoal: o marketing por e-mail permite que você personalize mensagens para cada indivíduo em sua lista de e-mails. Ao coletar informações sobre seus leitores na inscrição, você pode criar listas segmentadas (usando uma ferramenta de marketing) que permitem personalizar sua mensagem de várias formas.
  • É mensurável: embora quase todos os canais de marketing digital incluam algum tipo de análise para avaliar resultados, o email é um dos mais facilmente mensuráveis. O impacto das campanhas de email geralmente pode ser medido em tempo real em uma ampla variedade de comportamentos, permitindo determinar com precisão o ROI (Return of investment ou retorno de investimento) de seus esforços.
  • É escalável: o email é sem dúvida a maior ferramenta de comunicação um para muitos já inventada, especialmente para blogueiros. Não importa o tamanho da sua lista, o email permite que você ofereça uma experiência consistente a todos da sua lista.
  • Ele pode ser automatizado: as campanhas de e-mail não só podem ser gravadas e agendadas com antecedência, como também podem ser acionadas por todos os tipos de comportamentos do usuário para dar ao público a mensagem certa no momento certo.

Melhor ferramenta para criar sua lista de e-mails

Se você ainda não tem uma lista de email ou já tem uma lista pequena, recomendo que use o MailChimp.

Essa ferramenta de criação e disparo de e-mails é gratuita para até 2000 emails.

Acredito que uma lista de 2000 pessoas seja um começo bastante interessante.

Você pode usar o MailChimp e quando estiver vendendo pode dar um passo a mais e começar a usar planos pagos.

Eu gosto bastante do MailChimp, me atende muito bem e até hoje é a ferramenta que uso para enviar email para minhas listas.

Mas lembre-se, depois de investir na hospedagem do seu site e no tema, a ferramenta de email é o próximo passo.

Como obter assinantes no seu blog

O principal foco que você deve ter ao direcionar o tráfego para o seu blog é transformar o maior número possível desses leitores em assinantes – usando os métodos certos.

Eu digo os métodos certos porque você nunca iria querer enganar ou tentar forçar alguém a se inscrever na sua lista.

Eles acabarão cancelando a inscrição ou não vão se envolver com o seu conteúdo.

Quando falamos em termos de eficácia, não queremos ter o objetivo de gerar o maior número possível de leads.

O objetivo é gerar o maior número possível de leads de qualidade da maneira menos invasiva para seus leitores.

Como criar uma estratégia de marketing por email para o seu blog em 7 etapas

Para ter sucesso com o email marketing do seu blog (em termos de direcionar tráfego e monetizar seu conteúdo), você precisará de uma estratégia clara. Aqui está a minha.

1. Identifique suas metas de marketing por email

Os melhores desempenhos em qualquer campo, do esporte ao negócio, estabelecem metas para focar seu desempenho e priorizar seu tempo e recursos.

O sucesso no email marketing não é diferente.

Aqui estão alguns objetivos que você pode considerar para seus esforços de marketing por email:

Obtenha mais assinantes: o dinheiro está na lista. Uma lista crescente e saudável de inscritos é o que permitirá que você crie relacionamento, autoridade e gere vendas. Mas é importante perceber que as listas decaem cerca de 22% a cada ano, pois as pessoas mudam de endereço de email, cancelam a inscrição e até perdem o interesse. Você precisa trabalhar constantemente para aumentar sua lista, se quiser tirar proveito do poder do marketing por email.

Aumentar o envolvimento: talvez você já tenha começado a coletar endereços de e-mail e enviar conteúdos. Agora você precisa concentrar seus esforços para aumentar o engajamento. Afinal, ter uma lista enorme é inútil se o seu público não estiver agindo. O engajamento pode vir na forma de aberturas, cliques, compartilhamentos sociais ou mesmo respostas por email.

Aumente o tráfego e aumente as conversões: à medida que você avança no email marketing e desenvolve produtos e serviços para vender ao seu público-alvo, naturalmente se concentrará em aumentar as conversões. O email é uma ótima ferramenta para nutrir leads e convertê-los em clientes pagantes.

2. Crie um plano de ação estratégico

Esse plano não precisa ser excessivamente complexo ou demorado – pense nele como uma descrição geral de como você criará e agendará seu conteúdo para manter o foco e atingir seus objetivos.

Uma boa estratégia de email tem quatro componentes principais:

Identifique seu público.

Todo o conteúdo excelente começa com um controle firme sobre quem é seu público.

  • Com quem você está falando?
  • Em que eles estão interessados?
  • Como isso se alinha com o que você está oferecendo?

Se você já iniciou seu blog, provavelmente tem uma boa ideia de quem é seu público, mas, dependendo da maneira como capturou e-mails, sua lista de inscritos pode ter interesses mais limitados.

Se você colocou formulários de captura de email em postagens de blog com um foco ou tópico específico, sabe que os assinantes que entraram nesses formulários estão interessados ​​nesse assunto.

Por exemplo, em meu outro blog em que falo sobre elevadores, tenho posts explicando sobre compra de elevadores, quanto custa, dimensões.

Nesses conteúdos tenho chamadas para que os leitores deixem o email assim posso explicar mais profundamente como realizar uma boa compra.

Consequentemente ofereço produtos e serviços para esse público que sei que pretende comprar um elevador.

Quanto melhor você se familiarizar com seus leitores, mais fácil será para você escrever um conteúdo atraente que os manterá conectados.

A separação de seu público-alvo em diferentes categorias, dependendo de seus interesses, local ou comportamento, permitirá que você desenvolva versões diferentes do seu conteúdo, que podem ser personalizadas para cada grupo.

Defina seu conteúdo.

Ótimo, agora você sabe exatamente quem é seu público e quais são seus objetivos.

Agora você precisa descobrir o que exatamente vai enviá-los.

Além de enviar ao seu público as últimas postagens do blog, pense em outras maneiras de aproveitar o email para oferecer mensagens mais personalizadas e focadas.

Por exemplo, você pode enviar:

  • conteúdo complementar a um texto que escreveu;
  • escrever mensagens com tema de feriado ou evento especial;
  • falar sobre os novos posts que preparou;
  • contar sobre suas experiências e o que vê acontecendo no seu mercado.
  • enviar pesquisas ou pesquisas que solicitem feedback.

“Ter uma variedade de conteúdo manterá seus leitores interessados ​​em ouvir você (e se envolver com seus e-mails).”

Além disso, você pode criar versões diferentes do seu conteúdo com base nos segmentos criados.

Quanto mais segmentação você tiver, mais poderá adaptar seu conteúdo para corresponder ao seu público.

Lembre-se de que leva tempo para criar várias versões do seu conteúdo; portanto, planeje de acordo.

Determine sua cadência de email.

A maioria dos novos blogueiros envia uma newsletter mensal, mas não há regras rígidas aqui.

Pode ser necessário experimentar para determinar exatamente qual é a cadência certa para o seu público – e, à medida que você começa a publicar mais conteúdo, faz sentido enviar mais emails para sua lista crescente.

Alguns blogueiros obtiveram sucesso ao enviar e-mails semanais ou mesmo diários à sua lista, especialmente se seus negócios girarem fortemente em torno de suas listas de e-mail.

Se você optar por enviar e-mails frequentes, verifique se eles são de alta qualidade e agregam valor.

Se você tiver que escolher entre escrever um e-mail de qualidade ou precisar enviar algo aos leitores para manter seu cronograma, preze pela qualidade.

Enviar um email de baixo valor ou apressado apenas para manter a consistência fará mais mal do que bem.

Para começar, mantenha uma programação mensal e ajuste-o conforme você entra no ritmo com seu conteúdo.

Crie uma agenda.

Com seu conteúdo e cadência em mente, é hora de definir um cronograma de produção para garantir que você faça ótimos e-mails.

Ser consistente com o seu email marketing é uma das melhores maneiras de aumentar sua lista.

Seu cronograma de produção será exclusivo para você, com base em suas circunstâncias e métodos pessoais.

Comece estimando quanto tempo levará para você reunir ideias, escrever seu conteúdo e criar seu email ou modelo e tente desenvolver um cronograma realista no qual você possa cumprir.

Você pode até pensar em escrever algumas campanhas por e-mail com antecedência e agendá-las na sua ferramenta de envio de e-mails.

Quando todos esses elementos estiverem no lugar, a última coisa a fazer é clicar em Enviar!

Pode ser um pouco estressante disparar seu primeiro e-mail, mas lembre-se de que o email marketing é uma melhoria contínua.

Quando comecei a enviar meus primeiros e-mails ficava muito preocupado, revendo cada detalhe.

Com o tempo (e muita prática) você vai melhorar seus e-mails e entender o que está sendo bom para seu público e o que deve mudar.

3. Otimize seu blog para obter mais assinantes de email

Você coleta endereços de email colocando formulários de captura de email em seu site.

Com o MailChimp você pode criar Landing Pages onde os leitores irão colocar seus e-mails.

Você coloca o formulário de captura de e-mail e as informações coletadas podem ter um grande impacto nos resultados.

Além disso, você pode optar por usar uma combinação de locais para obter o efeito ideal.

Aqui estão alguns prós e contras de cada um:

No cabeçalho: Colocar o formulário de captura de e-mail no cabeçalho pela navegação do site é uma escolha sólida. É fácil de ver, exibido em todas as páginas e ser integrado perfeitamente ao design do site.

No rodapé: o rodapé na parte inferior do site é outra boa opção para o formulário de captura de e-mail. Não atrapalha a leitura dos usuários, o que é ótimo para a experiência do usuário, mas alguns podem nem chegar a ver se não rolarem o suficiente.

Em uma Landing Page separada: ter uma página separada para o formulário de captura de e-mail pode não receber tanto tráfego quanto as outras páginas do site, mas você terá a chance de vender às pessoas por que elas devem se inscrever na sua lista e em todos os benefícios que eles podem esperar receber. Por sua vez, isso pode resultar em assinantes menos voláteis e mais interessados no recebimento de seus e-mails.

Em um pop-up de saída: um pop-up com intenção de saída usa código inteligente para exibir um pop-up quando alguém tenta sair do seu site. É um método de chamar a atenção que pode ser realmente eficaz, mas também pode irritar alguns usuários. Use com moderação.

Além da veiculação, você deseja pensar em quais informações solicitará em seu formulário.

Quanto menos informações você solicitar, mais fácil será para as pessoas se inscreverem.

Embora isso pareça atraente, você terá muita pouca informação sobre o seu público-alvo quando escrever seu conteúdo.

Isso dificulta a segmentação com conteúdo personalizado e ofertas atraentes.

Se você pedir muitos detalhes, isso vai criar mais atrito e você verá menos pessoas se inscrevendo na sua lista.

Experimente encontrar um equilíbrio saudável que funcione melhor para você.

4. Aumente as taxas de abertura de seu email

Além da confiança e da boa vontade que você construiu com seu público, os três principais fatores que influenciam a taxa de abertura de e-mail são:

  • Assunto (título do email),
  • nome / email do remetente e
  • texto do cabeçalho.

Aqui estão algumas práticas recomendadas e sugestões para melhorar a eficácia de cada uma:

Assunto (título do email)

Um título atrativo e que desperte a curiosidade do seu leitor irá aumentar a taxa de abertura dos seus e-mails.

Aqui estão algumas táticas para fazer bons títulos:

  • Incluir personalização
  • Use emojis
  • Seja descritivo e apele à curiosidade
  • Use números

Nome / email do remetente

  • Use um nome familiar que seu público reconheça
  • Evite um endereço de e-mail “sem resposta”
  • Verifique se o seu endereço de email corresponde ao seu URL

Texto antes do cabeçalho

  • Trabalhe com sua linha de assunto para transmitir uma mensagem emocionante
  • Incluir um plano de ação
  • Você normalmente tem cerca de 100 caracteres para trabalhar, use tudo isso
  • Seja conciso

5. Aumente suas taxas de cliques por e-mail

Se as pessoas estão abrindo seus e-mails, mas elas não estão clicando, isso pode sinalizar problemas com o conteúdo ou o CTA (call-to-action ou chamada para uma ação) que você está usando.

Aqui estão algumas sugestões testadas e comprovadas que você pode tentar gerar taxas de cliques mais altas em suas campanhas de email marketing:

Conteúdo.

Já escrevi e-mails curtos e e-mails muito longos e ambos tiveram bons resultados.

A questão aqui é como você mantém a atenção da pessoa para continuar a ler.

E uma excelente forma de conseguir a atenção das pessoas é através de histórias.

Histórias fazem as pessoas ficarem concentradas, boas histórias fazem com que as pessoas continuem a ler o que você tem a dizer.

Além disso, preste atenção às suas análises para garantir que seu conteúdo esteja em ressonância com seus leitores.

Peça feedback dos leitores e aplique suas sugestões para escrever um conteúdo mais atraente.

Chamada para ação (CTA).

Às vezes, o problema é simplesmente a sua chamada para ação.

Um CTA pouco claro ou pouco atraente será ineficaz – concentre-se em tornar seus CTAs claros, atraentes e fáceis.

Use texto grande, botões ou cores vibrantes para atrair as pessoas.

Além disso, tente ter apenas um CTA no seu email. Vários CTAs serão confusos para seus leitores e prejudicarão sua eficácia.

Ainda não está recebendo assinantes suficientes? 5 razões possíveis

Muitos novos blogueiros dão os primeiros passos para criam chamadas para inscrição de e-mail mas nada acontece.

Mas porque isso?

Primeiro, vamos organizar as expectativas…

Você não está considerando as taxas de conversão esperadas.

Uma taxa de conversão é simplesmente a porcentagem de pessoas que realizam uma ação específica (ou seja, a porcentagem de pessoas que se inscrevem no seu e-mail ou a porcentagem de pessoas que fazem uma compra).

Por exemplo, se 100 pessoas acessam seu site e 10 assinam sua lista de e-mails, sua taxa de conversão é de 10%.

Boas taxas de conversão para atingir:

  • Landing Pages: 30-50%
  • Captura de email no cabeçalho: 5-20%
  • Captura de email no fim dos textos: 1-5%

É importante entender o que são taxas de conversão razoáveis ​​para que você saiba o que esperar em seu website.

Exemplo: se você configurar um formulário básico de inscrição (descrito acima) abaixo da sua postagem e receber 50 visitantes por dia nessa publicação, não poderá esperar mais do que 2% de conversão, o que se traduz em apenas UM assinante por dia.

Isso significa que, se você estiver recebendo apenas 20 visitantes do seu blog em um determinado dia e esse for o ÚNICO método de coleta de leads, é provável que você não consiga nem um assinante por dia.

É por isso que é importante ter as expectativas corretas quando se trata de quais métodos você está usando para obter assinantes e quais são as taxas de conversão relacionadas.

Seu conteúdo não é bom o suficiente.

Pode parecer bastante simples, mas uma das melhores maneiras de obter assinantes da mais alta qualidade para sua lista de e-mails é ter o conteúdo do blog da mais alta qualidade.

Eu pessoalmente não me inscrevo em muitas listas de e-mail, mas quando deixo meu email geralmente é porque essa pessoa me impressionou com seu conteúdo.

Neil Patel é um exemplo, já deixei meu email para receber materiais e conteúdos. Ele tem excelentes dicas e informações que valem a pena serem compartilhadas.

Seu objetivo deve ser o de criar o melhor conteúdo do seu nicho – para que pessoas boas se apeguem a todas as suas palavras e continuem procurando por mais.

Você não tem tráfego suficiente para o seu blog.

Se você acha que seu conteúdo é muito bom e não precisa de ajustes, a próxima área a considerar é o tráfego.

Com a mesma conversão de 2% acima, 1.000 visitantes ainda se traduzem apenas em 20 inscritos.

Se você está recebendo apenas 30 a 50 visitantes por dia no seu blog, provavelmente é um novo blogueiro e provavelmente não conseguirá mais de um assinante por dia ou dois, se isso.

Você realmente precisa de pelo menos 100 visitantes por dia para fazer o teste adequado de opt-ins em seu site.

As opções de inscrição ACIMA do conteúdo principal da postagem são vistas por muito mais pessoas e aumentam muito suas chances de um assinante optar por participar.

Veja esse texto:

◊ 8 maneiras para aumentar o tráfego do seu blog

Isso ocorre simplesmente porque muitas pessoas que acessam sua postagem simplesmente não percorrem todo o artigo para alcançar sua inscrição.

Você perderá a maioria dos leitores ao longo do caminho, pois eles perdem o interesse em seu artigo ou clicam em outros links.

Como dissemos acima, você deve buscar uma taxa de conversão próxima de 20% para as ativações acima do conteúdo. Com uma inclusão acima do conteúdo, esses mesmos 50 leitores poderiam se traduzir em 10 assinantes!

O ponto principal é que o TIPO de inscrição que você possui na sua página é importante.

Você não está oferecendo algo de valor

Os dias de “Inscreva-se na minha newsletter!” já se foram.

Todo mundo está tentando fazer com que você se inscreva na lista de e-mails deles, e todos nós recebemos muitos e-mails.

É necessário que as pessoas se inscrevam na sua lista de e-mails para receberem um conteúdo gratuito de muito valor.

Esse material deve estar relacionado a um dos principais tópicos do seu blog e, consequentemente, a um assunto em que você possa eventualmente oferecer produtos.

Você pode usar uma ferramenta gratuita como o Canva para criar seu brinde.

Então, você gasta tempo para projetar o que você acha que é um material IMPRESSIONANTE que qualquer um teria a sorte de ter – e não ter ninguém entrando na sua lista.

Ninguém quer o que você está oferecendo.

Imagino que isso vá acontecer com você, se já não aconteceu.

Comigo foram várias vezes…

Se você criou ótimas opções de inscrição com aparência profissional e as colocou nos lugares certos e ainda não recebeu nenhuma inscrição, você deve considerar o seguinte: talvez ninguém queira o que você está oferecendo.

Provavelmente testamos 15 ou mais “materiais” durante o primeiro ano e meio de negócios do MeuElevador.com até que estabelecemos o que funcionava.

Tinha de tudo, estudos de elevadores, ebooks de falhas de funcionamento e de dimensões de elevador.

Tenha cuidado com quanto tempo você gasta para fazer seus materiais, porque a última coisa que você quer fazer é gastar muito tempo criando algo que ninguém deseja.

Você não está testando o suficiente.

Lembre-se de que testar é o nome do jogo quando se trata de otimizar suas capturas de email.

ATÉ que você obtenha as taxas de conversão que procura, você deve testar continuamente novos materiais de captura (ebooks, estudos, planilhas, estatísticas), novos tipos de chamadas, designs diferentes, etc.

Os testes são a melhor maneira de melhorar suas conversões e atingir suas metas.

Se você tiver alguma dúvida sobre email marketing ou qualquer outra coisa que falei neste artigo, não hesite em deixar um comentário abaixo.

Vai ser um grande prazer te responder.

Sobre o autor

1 comentário em “Como criar uma lista de e-mail: 5 maneiras de obter assinantes em seu blog”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima